Páginas

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Estamos em Angola! Próxima Empreitada: Anuário de Negócios & Oportunidades

O aquecimento da economia e a reconstrução do País depois de quase 30 anos de guerra tem motivado grande fluxo de empresas brasileiras para Angola. A demanda por processos de comunicação globalizados leva agora o setor de Relações Públicas a estabelecer parcerias em Angola. E a agência brasileira já está escolhida.

A SDestro Comunicação acaba de assinar um acordo de parceria com a agência angolana Etnia-Comunicação, baseada em Luanda. Isto porque Angola está se movimentando no mundo dos negócios muito rapidamente. Empresários de várias nacionalidades querem estabelecer relações comerciais com o País, mas muitos nem sabem por onde começar. Diante deste cenário, o primeiro produto desta parceria é a criação do Anuário de Negócios & Oportunidades/2012, que deve circular em novembro próximo. “Estamos no mercado há 12 anos, e a associação com a brasileira S. Destro Comunicação vai nos proporcionar um trabalho qualitativamente mais rico e atraente”, explica  o proprietário e administrador da Etnia-Comunicação, Victor Aleixo.

BENS E SERVIÇOS

O crescimento econômico do País, a retomada dos investimentos, as oportunidades para exportadores de bens e serviços são alguns temas da pauta da primeira edição. Além destes, o mapa da mina: como fazer negócios em Angola:  quem procurar, quem quer vender, quem quer comprar, quais os primeiros passos para quem tem interesse no mercado Angolano? “Nós vamos levar para Angola quase 20 anos de experiência em Comunicação Corporativa. É um desafio extremamente gratificante, que vai exigir muito trabalho e dedicação”, conta a empresária Silvana Destro, à frente da S.Destro Comunicação.

Depois da edição brasileira, o próximo enfoque será a Europa, e assim sucessivamente abordando  outros mercados com interesse comercial em Angola.

Colônia portuguesa até 1975, Angola fica na África subsaariana e é um país rico em minerais, sobretudo petróleo e diamantes. Com regime presidencialista, os simpáticos angolanos já são 19 milhões, divididos em 18 províncias (estados). O agronegócio também floresce, a partir das culturas do café, milho, sisal e cana-de-açúcar, entre outros. Bovinos, suínos e caprinos povoam a pecuária local.

Um comentário:

Dandara disse...

Muito interessante esse trabalho em Angola. Se possível, continue publicando para que possamos acompanhar o desenvolvimento da empresa e saber como anda a Comunicação nesse novo ambiente. Parabéns pelo trabalho e muito sucesso!

Aline Oliveira
Relações Públicas
http://br.linkedin.com/pub/aline-rodrigues/34/17b/670